Obras de saneamento entregues no interior

Fonte: Grandes construções

A cidade de Indaiatuba também receberá novo Parque Ecológico com quadras e outros equipamentos de lazerCapivari-Mirim será inaugurada em breve

O Serviço Autônomo de Água de Esgotos (Saae) de Indaiatuba realizou em 2015, importantes obras de saneamento para atender ao crescimento populacional e o desenvolvimento da cidade.

Atualmente, para atender a 231 mil habitantes, o Saae trata diariamente 63 milhões de litros de água, atendendo a 98,5% da população com água potável e 96,23% com coleta de esgoto, dos quais 85,97% é tratado. Entre os principais investimentos realizados para ampliar a atual oferta de água, destaca-se a construção da Barragem do Rio Capivari-Mirim, que deverá ser inaugurada no primeiro semestre de 2016.

No entorno da represa foi realizado o “Megaplantio” evento que contou com o apoio de mais de 12 mil voluntários, que plantaram 110 mil mudas de árvores nativas no entorno, para recomposição da mata ciliar. No local também será criado um novo Parque Ecológico com deques de pesca, pista de caminhada de 7 km, academia de ginástica, quiosques, quadras poliesportivas, onde a população poderá desfrutar de mais uma opção de lazer.

Para regularizar a vazão do rio Capivari-Mirim, manancial que hoje fornece cerca de 40% da água do município, a barragem dará origem a um lago capaz de armazenar 1,3 bilhão de litros, permitindo a captação durante todo ano, inclusive nos períodos de estiagem prolongada.

A parte ambiental também foi importante na obra, com empresa especializada realizando monitoramento, manejo e salvamento das espécies, diminuindo o impacto ambiental da obra. Um investimento de mais de R$ 40 milhões, incluídas a obra e desapropriações. Desse total, 70% são de recursos próprios do Saae e o restante da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), repassados a fundo perdido.

Durante 2015, mais de 10 mil pessoas entre estudantes das redes municipal e particular de ensino, universidades e entidades de classe das mais diversas áreas tiveram a oportunidade de conhecer as obras da barragem. A ampliação do sistema de abastecimento de água de Indaiatuba também abrange a construção de nove novos reservatórios de água tratada, num total de 42,5 milhões de litros, elevando de 30,3 milhões para 72,8 milhões de litros a capacidade de reservação na cidade. Esse volume atende e ultrapassa a recomendação dos especialistas. “Sem um bom sistema de reservação é impossível atender a demanda diária de água de todas as regiões da cidade”, comenta o superintendente do Saae, Nilson Gaspar.

Dos nove reservatórios, cinco já estão concluídos junto aos Centros de Reservação (CR) Tadao Toyama na vila Avaí, Mato Dentro, Lauro Bueno de Camargo, ETA II e Morada do Sol (Cristo). Três novas Estações Elevatórias de Água Tratada (Mato Dentro, Tadao Toyama e Morada do Sol) foram construídas, além de mais de 16 km de novas adutoras, para interligar os novos reservatórios às Estações de Tratamento de Água.

Duas importantes adutoras que ampliarão a captação – uma de 6 km que interligará a captação do Ribeirão Piraí à ETA III (Pimenta), construída paralela à já existente, e outra, já em operação, interligando a ETA III ao reservatório da ETA II, que distribuí água tratada para a zona sul da cidade – também foram construídas.