Equador será sede da cúpula Habitat III em 2016, segundo chanceler

Fonte: Yahoo / Notícias

Quito, 20 dez (EFE).- A Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) decidiu que o Equador será, em outubro de 2016, sede da cúpula Habitat III, informou neste sábado o ministro das Relações Exteriores do país andino, Ricardo Patiño.

“Já é definitivo, ontem a Assembleia Geral da ONU decidiu que o Equador será sede de Cúpula HABITAT III em Outubro de 2016. Ela é realizada a cada 20 anos”, escreveu hoje Patiño em sua conta no Twitter.

De seu lado, o Ministério de Desenvolvimento Urbano e Habitação assinalou em comunicado que trata-se de uma “oportunidade única” para revelar ao mundo as políticas do Equador em temas de urbanismo integral vinculando também a inclusão social, entre outros aspectos.

O Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) foi estabelecido em 1976, como resultado da Conferência das Nações Unidas sobre Assentamentos Humanos (Habitat I), realizada em Vancouver (Canadá).

Com sede em Nairóbi (Quênia), a organização é encarregada de coordenar e harmonizar atividades em assentamentos humanos dentro do sistema das Nações Unidas.

A ONU-Habitat organizou a segunda Conferência das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (Habitat II), em Istambul (Turquia), em junho de 1996.

Como resultado da Conferência, também conhecida como “Cúpula das Cidades”, foi apresentada a Agenda Habitat, um documento aprovado pelos Estados-membros no qual se comprometem a promover habitação adequada, assentamentos humanos sustentáveis, participação da cidadania, igualdade de gênero, entre outros aspectos, segundo a portal da ONU.

A ONU-Habitat desenvolve programas que buscam elevar a qualidade de vida de pessoas que vivem em cidades. EFE